Alimentação saudável ganha novos adeptos

O hábito de alimentação saudável está em ascensão no Brasil. De acordo com levantamento realizado pela Euromonitor, a previsão é que até 2019 o segmento de alimentos saudáveis movimente R$ 110 milhões e cresça mais de 50%. Os dados revelam que os brasileiros aumentaram sua preocupação com uma alimentação saudável, com menos produtos industrializados e mais alimentos naturais.

Voltando o olhar para a agricultura, dados do Ministério do Meio Ambiente mostram que a produção de alimentos orgânicos cresce 25% ao ano desde 2009. Enquanto que a média mundial de produção destes alimentos é de apenas 6%. A venda de alimentos e bebidas tradicionais cresceram 67% nos últimos cinco anos no país, já as saudáveis aumentaram 98% no mesmo período. Assim, com uma movimentação de 35 bilhões de dólares ao ano, o Brasil tornou-se em 2014 o quarto maior mercado para alimentos saudáveis no mundo.

Considerando esse cenário, e tendo a alimentação saudável como prioridade, o empresário Robson Borges administra seu restaurante, o Bistrô da Praça. “Acompanho o cardápio do Bistrô diariamente, utilizo apenas verduras frescas e entregues no dia e busco reduzir o óleo e o sal dos pratos”, conta.

De acordo com o empresário, é preciso ter muito cuidado com o preparo de alimentos e a alimentação saudável tem mais sabor do que aquela que usa grande quantidade de temperos industrializados, óleo, manteiga e farinha branca. Segundo a nutricionista Patrícia Carolina, o aumento na procura por alimentos saudáveis não aconteceu ao acaso. “As pessoas estão em busca de ter uma melhor qualidade de vida e longevidade.” A nutricionista explica que o desejo de mudança na alimentação vem principalmente de jovens entre 18 e 30 anos e adultos acima dos 40 anos.

FOTO: Divulgação

Read More