Marília Pêra e Silvia Pfeifer falam sobre “Callas”

No próximo sábado, 8 de agosto, estreia “Callas, no Teatro Municipal de Uberlândia. A peça trata da vida gloriosa e trágica de  Maria Callas, uma das maiores divas da música, e uma homenagem aos seus 90 anos. Com direção de Marília Pêra, o espetáculo é protagonizado por Silvia Pfeifer e Cássio Reis. “Callas foi uma cantora fantástica, encadeava notas musicais com uma lógica de atriz, mas impressionava pela fragilidade e infortúnio no amor, e é com esse ponto frágil que eu me identifico mais”, diz a diretora e atriz que também interpretou Callas em ‘Master Class’ (1996).

Dezoito anos depois, Marília volta a se debruçar sobre a vida da maior cantora lírica de todos os tempos, e afirma: “ela era um monstro em cena, mas não escondia sua fraqueza pessoal. E, como sua vida era acompanhada publicamente (a imprensa noticiava tudo, fracasso e sucesso) ela se mostrava por inteiro. Callas levava muito a sério o que escreviam. Quando foi abandonada pelo magnata grego, Aristóteles Onassis, ela começou a morrer. Afinal, uma cantora lírica necessita que massageiem seu ego para manter a voz no lugar, o diafragma forte, e Callas, além de emagrecer perdeu a própria confiança”.

O convite para dirigir a peça partiu de Fernando Duarte, profissional que Marília Pêra conheceu quando dirigiu Doce deleite, com Camila Morgado e Reynadlo Gianecchini. Sobre a escolha de Silvia Pfeifer para interpretar Callas, Marília diz que existe uma sintonia entre elas. “Silvia tem um porte o tipo físico que, em cena, faz lembrar muito a presença marcante de Maria Callas”, diz.

Silvia conta que o convite para interpretar Callas foi feito por Marília Pêra. “O telefone tocou e era Marília me convidando. Aceitei na hora, mesmo sem ler o texto. Depois comecei a pesquisar tudo, eu já sabia um pouco sobre Callas, mas com a peça descobri muito mais coisas. Marília me ajudou muito, deu muitos conselhos, muitas dicas. Ela é uma mestra e sabe tudo”, diz Silvia Pfeifer.

A trama biográfica retratada no espetáculo se passa um dia antes da morte da soprano. Maria Callas faz uma retrospectiva de sua vida para um amigo jornalista, John Adams, revelando momentos da vida pessoal e artística. A narração é acompanhada de vídeos, fotografias e textos projetados em telões. Além disso, Silvia realiza cinco trocas de figurino no palco, provando cópias fiéis dos vestidos que a diva vestiu em óperas famosas.

Em Uberlândia, o espetáculo poderá ser visto nos dias 8 de agosto, às 21h, e no domingo, às 19h. Os ingressos já estão à venda na Greta Cauê Maison ou pelo site http://www.megabilheteria.com, no valor de R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia-entrada). Aceita-se Vale-Cultura da Sodexo e clientes Brasil Prev e Renner têm 50% de desconto na compra de até dois ingressos.

FOTO: Divulgação

 

Read More

Ingresso para “Callas” pode ser adquirido pelo Vale-Cultura

Segundo dados do Ministério da Cultura, cerca de 20 empresas oferecem o Vale-Cultura para seus funcionários em Uberlândia (MG). Entre elas a Caixa Econômica Federal e os Correios. O Vale-Cultura é um benefício que pode ser concedido pelas empresas aos trabalhadores, com redução no imposto de renda, através de um cartão magnético com recarga no valor de R$ 50 cumulativos para gastos com bens culturais.

“Em geral, em Uberlândia, temos como opção para gastar o Vale-Cultura apenas cinemas e livrarias”, diz Belchior Procópio, que trabalha na Caixa Econômica Federal e tem cerca de R$ 800,00 do benefício acumulados. A boa novidade é que agora algumas produções de espetáculos teatrais na cidade aceitam o Vale-Cultura. É o caso da André Mello Produções Culturais, que apresenta nos dias 8 e 9 de agosto, no Teatro Municipal de Uberlândia, o espetáculo Callas, com direção de Marília Pêra.

No palco, Silvia Pfeifer empresta autoridade e beleza na interpretação de Maria Callas, e Cássio Reis é quem dá vida ao jornalista amigo e admirador John Adams. As sessões serão ao sábado, às 21h, e no domingo, às 19h. Os ingressos estão à venda na Greta Cauê Maison e custam R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia-entrada). Aceita-se Vale-Cultura da Sodexo e clientes Brasil Prev e Renner têm 50% de desconto na compra de até dois ingressos.

FOTO: Divulgação

 

Read More