AACD participa de ação sobre uso correto das vagas para pessoas com deficiência

A AACD participa nesta sexta-feira, 20 de setembro, de uma ação de conscientização para uso correto das vagas destinadas às pessoas com deficiência. A blitz educativa com entrega da “Multa Moral” foi batizada de “Eu respeito as vagas, e você?”, e acontece na Praça Tubal Vilela, em Uberlândia. A iniciativa é do Movimento Acesso Consciente, do qual a Instituição faz parte. 

A campanha acontece na véspera do Dia da Luta da Pessoa com Deficiência. No centro da cidade serão colocadas cadeiras de rodas em vagas comuns para sensibilizar motoristas. A intenção é causar impacto e que os motoristas se coloquem no lugar do outro. Multas simbólicas com os dizeres “Sua pressa tirou o direito de uma pessoa com deficiência” serão espalhadas.

“A ideia é sensibilizar a sociedade e deixar a reflexão sobre o papel social de cada um. Apenas cinco minutos ocupando uma vaga de uma pessoa com deficiência pode significar uma consulta médica perdida ou outra situação que poderia ser evitada se a pessoa respeitasse o uso correto do espaço”, explica Cinthia Borges de Sousa, gerente da AACD Uberlândia.

A vaga especial é um direito assegurado por Lei Federal que determina que 5% do total de vagas dos estacionamentos regulamentados sejam destinadas a idosos e 2% a pessoas de deficiência. No dia também haverá divulgação de como fazer o credenciamento junto ao órgão de trânsito, já que é preciso que o carro esteja sinalizado.

FOTO: Divulgação

Read More

Hospital de Clínicas promove evento de prevenção à hanseníase

No mês de janeiro, a cor roxa, representa o combate à hanseníase. Para colaborar na luta contra a doença, o Centro Nacional de Referência em Dermatologia Sanitária e Hanseníase do Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia (Credesh/HCU-UFU) promove a Semana da Hanseníase.

Com o tema “Todos Contra a Hanseníase” o evento terá em sua programação, de 21 a 24, cursos de capacitação profissional com atividades práticas e teóricas que serão oferecidas para médicos e enfermeiros da Atenção Primária à Saúde (APS) dos municípios sob jurisdição de Uberlândia.

Ações educativas serão realizadas de 21 a 25 nas Unidades Básicas de Saúde, Unidades Básicas de Saúde da Família e nos ambulatórios das Unidades de Atendimento Integrado com distribuição de folders com informações sobre sinais e sintomas da doença. Nos terminais de ônibus (Central/ Umuarama/ Santa Luzia/ Planalto/ Industrial e Novo Mundo), está sendo exibido filme educativo sobre a hanseníase.

A organização do evento conta com a parceria da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Uberlândia, do Movimento de Reintegração da Pessoa Atingida pela Hanseníase (do MORHAN) e da Casa das Bem – Aventuranças (CBA).

A Hanseníase representa um problema de saúde publica que exige vigilância em todos os níveis de atenção. O tratamento é gratuito e está disponível nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

A doença é crônica, proveniente de infecção causada pelo Mycobacterium leprae. Considerada infectocontagiosa, de evolução lenta, manifesta-se por meio de sinais e sintomas dermatoneurológicos, como lesões na pele e nos nervos periféricos, principalmente, nos olhos, mãos e pés.

O diagnóstico precoce e o tratamento adequado evitam sua evolução e consequentemente impedem a instalação das incapacidades físicas por ela provocadas.

Credesh

O Credesh é um dos seis centros nacionais de atenção especializada em hanseníase do país. Atende, aproximadamente, duas mil pessoas por mês, sendo referência não só para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, mas também para pacientes de outras regiões de Minas Gerais e do Brasil.

Possui uma equipe multiprofissional com 40 profissionais, entre médicos (hansenólogos, dermatologistas, ortopedista, neurologista e outras especialidades), cirurgião dentista, psicólogo, assistente social, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, técnico ortesista, biólogos, técnico de laboratório, farmacêutico, enfermeiros, técnicos de enfermagem e assistentes administrativos. A unidade conta ainda com laboratório próprio – Laboratório de Patologia Molecular e Biotecnologia –  localizado no campus Umuarama.

FOTO: Divulgação

Read More

80 milhões de pessoas terão glaucoma até 2020

Em 2020, 80 milhões de pessoas terão glaucoma no mundo, e em 2040 mais de 111 milhões. Os dados foram divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) na data de conscientização da doença, comemorado em 26 de maio.

A doença é caracterizada pelo dano ao nervo óptico, estrutura responsável por levar a informação visual até o cérebro. Estas lesões, quando não tratadas, causam perda progressiva e irreversível da visão. Ainda segundo a OMS, o glaucoma é a segunda maior causa de cegueira no mundo, ficando atrás apenas da catarata, sendo a segunda, reversível.

“O Glaucoma, na maioria das vezes, é causado pelo aumento da pressão intraocular, mas não há uma causa específica que explica esse aumento. Diversos fatores como história na família, miopia, raça, traumas ou até o uso de corticoide pode influenciar nesta condição”, explica o oftalmologista Dr. Fauze Abdulmassih.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Glaucoma, a estimativa é que 3% da população acima de 40 anos tenha glaucoma. Além disso, quando já há casos na família, o risco de desenvolver o Glaucoma é maior. “É uma doença muito silenciosa e quando começa a apresentar sintomas, como a redução da visão, é porque já está em estado avançado. Então, a prevenção será sempre a melhor alternativa. Apenas um exame detalhado com o médico oftalmologista pode detectar a doença”, ressalta Fauze.

O oftalmologista finaliza lembrando que apesar de o Glaucoma não ter cura e a visão perdida não ter como ser recuperada, há diversos tratamentos que podem proporcionar uma melhor qualidade de vida ao paciente.

FOTO: Divulgação

Read More

Conscientização da importância da adoção é comemorada no dia 25 de maio

Um dos princípios mais importantes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) trata-se do direito da convivência familiar e comunitária com dignidade. Quando as crianças são negligenciadas, abusadas ou abandonadas por sua família biológica, ou quando ficam órfãs, se a tentativa de reintegração familiar não é possível, por meio da adoção estas crianças têm a chance de serem filhos e usufruir de uma relação harmoniosa e saudável num contexto familiar e social.

Para sensibilizar a população sobre o tema, o dia 25 de maio foi instituído o Dia Nacional da Adoção. Nesta data, a população volta os olhos para as crianças que estão nas filas à espera de um lar. “Adoção é um ato de amor. A rede de proteção aos direitos da criança e do adolescente precisa ser mais eficaz na proteção das crianças e adolescentes. Além disso, o Poder Judiciário precisa estar atento aos processos de reintegração ou de destituição do poder familiar para que não se delongue além do necessário, pois o tempo é extremamente precioso para a criança”, disse Sara Vargas, coordenadora do grupo de apoio à adoção em Uberlândia, Pontes de Amor.

Ela explica ainda que é preciso promover, de acordo com o previsto em lei, o encontro dos pretendentes à adoção com as crianças e adolescentes reais que aguardam por uma família, pois isso acaba promovendo a adoção de quem não está no perfil preferencial. “O acolhimento é uma medida de proteção, mas também é uma violação ao direito a convivência familiar e se prolongado, produz atraso no desenvolvimento integral dessas crianças”, explicou Sara Vargas.

Atualmente, no Cadastro Nacional de Adoção (CNA) há mais na fila (5.355), do que crianças para adoção (1.009), somente no estado de Minas Gerais. Em Uberlândia, há cerca de 11 crianças e adolescentes aptos para adoção e 209 pretendentes cadastrados.

Além disso, Sara destaca que também há falhas na rede de proteção ao direito da criança e do adolescente que acabam tornando o processo de adoção ainda mais demorado. “Por vezes, essas crianças que estão em situação de vulnerabilidade demoram muito tempo para serem acolhidas. Uma criança de 14 anos, por exemplo, que teve o poder familiar destituído e foi encaminhado para uma instituição de acolhimento, provavelmente, essa situação de vulnerabilidade perdurou por muitos anos até que, enfim, ele foi acolhido”, explicou Sara. “Até que essa situação aconteceu, a mãe desse menino pode ter tido outros filhos. Então, nem sempre as pessoas têm condições de adotar grupos grandes de irmãos e eles vão permanecendo nas instituições, até que completam 18 anos quando, então, precisam sair e se virarem sozinhos”, destacou.

A coordenadora explica ainda que o processo de reintegração ou de destituição do poder familiar e encaminhamento para adoção precisam ser sérios e rápidos, pois o acolhimento tem que ser emergencial e transitório. “A primeira tentativa será a de reintegrar a criança aos pais biológicos ou a sua família extensa. Não sendo isso possível, aí sim a criança é encaminhada para adoção”, ressalta.

A coordenadora dá a dica para quem está na fila esperando para adotar que participe de um grupo de apoio à adoção para que você receba orientação, apoio e preparo adequados.

FOTO: Divulgação

Read More

Unidades de Saúde fazem ações de conscientização no Novembro Azul

Foi durante um exame de rotina solicitado pela Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do Santa Luzia que o aposentado João José dos Santos descobriu, ainda no início, um câncer na próstata. “Fui pego de surpresa, porque eu não apresentava sintomas. Mas fui diagnosticado no começo, iniciei o tratamento e hoje posso contar esta história e servir de exemplo para outros homens. É uma doença silenciosa e que pode matar se não for descoberta cedo”, contou o aposentado.

Para reforçar as ações de prevenção e incentivar que os homens realizem os exames, a equipe médica da UBSF do Santa Luzia organizou um encontro, nesta sexta-feira,, 17 de novembro, com os pacientes que são assistidos pela unidade. Durante a ação, houve aferição de pressão e bate-papo com os profissionais de saúde. Teve, ainda, um vídeo que esclarece mais sobre características da doença, os sintomas, a importância da prevenção, bem como a desmistificação do exame de toque retal.

A iniciativa faz parte da campanha Novembro Azul, que visa conscientizar a comunidade sobre a importância do cuidado da saúde do homem.  “É um dia especial para a comunidade, no qual alertamos sobre a necessidade de fazer os exames. Em muitos casos, os sintomas aparecem quando a doença está em estágio avançado, o que dificulta o tratamento”, explicou a enfermeira coordenadora Mariana Machado Santos.

Ações nas unidades

Durante todo o mês, as unidades de saúde estarão engajadas em se aproximar do público masculino e conscientizá-lo sobre a importância dos cuidados e dos exames preventivos não só do câncer de próstata mas de outras doenças.

No dia 28 de novembro, das 18h às 20h, as unidades dos setores leste e oeste atenderão os homens que não conseguem ir às unidades no horário regular de funcionamento. Neste dia, serão realizadas consultas, aferição de pressão, teste de glicemia, teste rápido de HIV e agendamento de exames.

Além do atendimento no Horário do Trabalhador, nos 30 dias de campanha, as equipes das unidades básicas realizarão workshops, palestras e ações diversas sobre assuntos relacionados à saúde do homem, bem como serviços, solicitação de exames e outras atividades.

FOTO: Secom/PMU

Read More

Grupo Luta Pela Vida realiza a campanha “Folia Pela Vida”

O carnaval 2017 está chegando e para aproveitar o período de festas, o Grupo Luta pela Vida está realizando a campanha “Folia Pela Vida”, com o objetivo de fortalecer e conscientizar a população sobre cuidados essenciais em prol da vida, com foco na prevenção do câncer do colo de útero e outros tumores.

Durante o período de folia serão distribuídas em locais de grande concentração de público, como festas e bailes, ventarolas (espécie de leque de papel). A ideia é reforçar com o público sobre a importância do uso da camisinha, que além de proteger contras as doenças sexualmente transmissíveis também ajuda a diminuir a incidência de contaminação do HPV (Papilomavírus humano), que é um fator de risco para o desenvolvimento de alguns tipos de tumores, como o de colo do útero, pênis, ânus, garganta e boca.

Segundo a analista de marketing do Grupo Luta Pela Vida, Virgínia Silva, a ação foi pensada para falar diretamente com os jovens, principal público alvo da campanha. “Queríamos falar de prevenção contra o câncer na linguagem e nos locais em que os jovens estão. O carnaval é uma ótima festa para reforçar como o uso da camisinha é importante na prevenção do HPV e de diversas doenças sexualmente transmissíveis”, afirma a analista.

O lançamento da campanha aconteceu no último sábado, em uma festa de pré-carnaval realizada em Uberlândia, com a distribuição de mil preservativos, para alertar a importância do sexo seguro. Os artistas presentes, como pagodeiro Vinícius Sudário, o DJ Hugo Bagunceiro e a grande atração da noite, o Grupo Molejo, apoiaram a campanha e levaram o público para apoiar a ação. Os foliões aprovaram a ação e aderiram o Bloco da Prevenção, com o grito de guerra “Folia Pela Vida”.

A ação deve passar por outras festas de Carnaval na cidade de Uberlândia durante o período de folia.

FOTO: Divulgação

Read More

Emcantar promove ato em favor do projeto UDI Bike

Os jovens participantes de projetos sociais da Associação EMCANTAR se uniram para realizar um ato de conscientização, com performances de canto e uma aula aberta de expressão corporal., que será realizada no ponto do UDI Bike na avenida Rondon Pacheco, às 10h, no  ponto de bicicletas do Centro de Tecelagem. A ideia é fazer com que a sociedade repense seus atos e passe a trabalhar em prol do coletivo.

A ideia da ação surgiu a partir de notícias sobre os furtos de seis bicicletas do projeto “UDI Bike”. Indignados, os adolescentes decidiram que também é deles a responsabilidade de fazer algo para conscientizar a população e transformar atitudes como esta.

De acordo com Fernanda Lemos, coordenadora dos projetos sociais realizadas pela Associação EMCANTAR, o ato será realizado em área pública e, portanto, gratuita, e conta com a presença de pessoas que pensam em construir uma sociedade mais colaborativa. O convite é para todo cidadão que se sentir responsável pela preservação das conquistas da cidade. “Quanto mais pessoas forem à apresentação, mais voz os jovens terão para fazer com a conscientização chegue a toda população. O desejo é que a ação idealizada por esses jovens impacte o todo positivamente, deixando sua marca e fazendo a diferença na cidade de Uberlândia.”

UDI Bike

UdiBike é o sistema de compartilhamento de bicicletas de Uberlândia. Com essa novidade, é possível alugar bikes em quatro pontos da cidade: Viaduto da João Naves com a Rondon, Centro de Tecelagem (próximo ao Extra), Teatro Municipal e entrada do Granja Marileusa. Para mais informações sobre essa iniciativa, acesse udibike.compartibike.com.br.

 

FOTO: Secom/Prefeitura

Read More

Clientes do Uberlândia Shopping contam com novo ecoponto

O Uberlândia Shopping conta agora com um ecoponto na área externa do empreendimento, ao lado do bicicletário. O objetivo é estimular a conscientização sobre a importância do cuidado com o meio ambiente e ainda oferecer à população da região um local para descartes de resíduos de forma correta. O acesso ao ecoponto é de segunda à domingo, conforme horário de funcionamento do shopping.

A coleta seletiva do lixo já é feita dentro do shopping, por onde passam, anualmente, quase seis milhões de pessoas. O ecoponto faz parte da política ambiental do Uberlândia Shopping. Segundo o superintendente do Uberlândia Shopping, Guilherme Marini, todo resíduo terá uma destinação específica. “Os recicláveis (plástico, papel, metal e vidro) serão enviados para a reciclagem, os orgânicos (restos de comida) vão para a compostagem, os não-recicláveis (recicláveis sujos, fitas adesivas, etc.), bem como as pilhas, baterias e os resíduos dos coletores da Terracycle serão enviados para São Paulo e reciclados”, explicou.

Ações com lojistas

A coleta dos resíduos é feita nas lojas do shopping desde a inauguração. Na área ambiental, o centro de compras conta com uma unidade para separação e compactação do lixo reciclável, administrada por uma empresa terceirizada. Além disso, lojistas e suas equipes, os profissionais da limpeza, da separação de resíduos e da administração se comunicam por meio do WhatsApp para melhorar a comunicação e se manterem atualizados sobre os assuntos referente a resíduos.

 

Read More