Indígenas reclamam da falta de uma política forte no Brasil

Nesta terça-feira, 19 de abril, é comemorado o Dia do Índio. Em entrevista a Agência Brasil, o líder indígena Marcos Terena chamou a atenção para a falta de uma proposta de política indigenista forte no Brasil e se mostrou preocupado com o que viu na Câmara dos Deputados no último domingo, 17 de abril, quando houve a votação para continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. “Todos estavam como se estivessem diante de um palco iluminado para falar as suas besteiras. Ficávamos pensando, quando nós indígenas vamos poder confiar em pessoas que não entendem a demanda do branco, quanto mais a demanda dos povos indígenas”, diz.

Terena citou entre as principais demandas do seu povo o fortalecimento da Fundação Nacional do Índio (Funai) e a criação de uma universidade indígena de ponta. Sobre a data, Terena diz que não há muito o que comemorar,pois não houve avanço em termos da questão indígena. Outro ponto levantado por ele é a questão da demarcação de terras. “A demarcação de terras indígenas é para proteger as aldeias e criar um limite oficial para que os invasores, sejam ruralistas, às vezes a construção de uma estrada mesmo, ou projeto do governo, não invadam de qualquer maneira uma terra aparentemente sem dono”, justificou.

Uberlândia

Em Uberlândia, o Dia do Índio terá atividades em alusão à data e valorização da cultura indígena nesta terça e quarta-feira, 19 e 20 de abril, na Praça Cívica, em frente ao Centro Administrativo. A programação acontece das 8h às 18h. O evento será realizado pelo Movimento dos Indígenas não Aldeados (Mina) e terá o apoio da Prefeitura, por meio da Superintendência de Igualdade Racial.

FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

 

Read More