ENGIE completa 20 anos e valoriza mão de obra da região

Em setembro, a ENGIE Brasil chega aos 20 anos de atividade na posição de maior geradora privada de energia do país e se expande para os segmentos de transmissão de energia e serviços. Parte dessa trajetória bem sucedida se deve à aquisição de duas novas hidrelétricas da região: Miranda (408 MW) e Jaguara (424 MW), arrematadas no mês de setembro de 2017, em leilão por R$ 3,5 bilhões.

A inserção da ENGIE na região representa aumento de capacidade instalada em energia renovável de base hidrelétrica, que é o forte da ENGIE no Brasil e, portanto, em linha com a estratégia de crescimento sustentável da empresa. “Nestas duas décadas superamos dificuldades, construímos oportunidades e nos antecipamos, sempre com responsabilidade, disciplina financeira, criatividade comercial e inteligência de mercado”, afirma o diretor-presidente da ENGIE Brasil Energia, Eduardo Sattamini. “Cuidamos dos nossos colaboradores, desenvolvemos profissionais e construímos futuros”.

A operação e manutenção das duas usinas iniciou no fim de janeiro desse ano. Recentemente, a empresa finalizou a formação de suas equipes para atuação nas duas usinas. Além de aproveitar alguns funcionários da CEMIG, a Companhia gerou 27 novos empregos, sendo que 20 contratados são oriundos de Minas Gerais e 14 provenientes de cidades próximas às usinas.

Processo Seletivo

O processo seletivo atraiu 14.345 inscritos para concorrer as 27 vagas. A colocação com maior procura foi de analista de meio ambiente, na Usina Hidrelétrica Miranda, com 2.703 candidaturas. A participação geral das mulheres na seleção foi de aproximadamente 20%. “Valorizar a mão de obra local é uma das formas de demonstrar a responsabilidade social da ENGIE para com as regiões e comunidades que estão no entorno de suas usinas”, ressalta o gerente da Regional Minas Gerais da ENGIE Brasil Energia, Rogério Suematsu. “Além de termos colaboradores que já estão adaptados às localidades, encontramos mão de obra qualificada para as demandas que Jaguara e Miranda terão a partir de agora”.

Os novos colaboradores estão atuando nas cidades de Sacramento e Uberlândia nos cargos de Assistente de Recursos Humanos, Operador de Usina, Técnico de Manutenção Civil, Técnico Manutenção Elétrica, Técnico em Manutenção Mecânica, Técnico Manutenção Programação, Assistente de Materiais, Assistente de Suprimentos, Técnico em Segurança do Trabalho, Assistente Financeiro e Analista de Meio ambiente.

Meio Ambiente

Uma das várias ações de celebração do aniversário da empresa ocorreu no dia 21 de setembro. Colaboradores das Usinas plantaram 20 árvores de espécies nativas de cada região. Ao todo, mais de 500 árvores serão plantadas pelo país.

FOTO: Divulgação

Read More

Samu Triângulo Norte começa a operar na região e Uberlândia está fora

POR: Margareth Castro – jornalista – Siga no Instagran: @notaseprosas e @margarethcastro

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Triângulo Norte começa a operar nesta terça-feira, 3 de julho, em 26 municípios da região, atendendo 612.317 habitantes. Uberlândia não fará parte do serviço, por decisão do prefeito Odelmo Leão, que afirma que a cidade não tem estrutura hospitalar para atender os pacientes da região. Segundo a administração municipal, faltam cerca de 800 leitos na rede pública de saúde do município.

Por outro lado, o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Nalton Moreira da Cruz, que esteve em Uberlândia e Araguari na semana passada, reforça que a implantação do Samu na região pode ser a diferença entre a vida e a morte. “Não iremos trazer nenhum paciente novo para a região, O Samu simplesmente irá regular para onde cada paciente deverá ser encaminhado. Iremos dar mais dignidade ao atendimento”, reforçou.

O SAMU192 representa um importante atendimento pré-hospitalar do Sistema Único de Saúde (SUS), por receber diversas demandas emergenciais e prestar o atendimento inicial à saúde do usuário. Serão 183 pontos de atendimento da Rede de Urgência e Emergência constituído por um hospital de alta complexidade; 19 hospitais de média complexidade, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA); 17 unidades de saúde (pronto socorro, centro de saúde e pronto atendimento); 12 unidades de saúde mental e 134 unidades básicas de saúde.

Os municípios polos da região que irão atender à média complexidade serão Araguari, Ituiutaba, Patrocínio e Monte Carmelo. Sem o SAMU, o usuário ia diretamente ao Hospital de Clínicas em Uberlândia, por desconhecer muitas vezes que um hospital em sua cidade tem condições adequadas para o atendimento, explicou a Superintendente Regional de Saúde de Uberlândia, Rosângela Paniago. “O SAMU irá ordenar e qualificar o fluxo. A Central de Regulação irá identificar qual é a unidade de saúde mais próxima e preparada para o atendimento. Além da equipe médica que acompanha as ambulâncias já darem início ao atendimento para estabilizar eventuais situações críticas”, explicou.

Uberlândia

Caso Uberlândia fosse participar do SAMU, a cidade teria dez ambulâncias que já haviam sido entregues e que agora ficarão na base do Corpo de Bombeiros, na avenida Floriano Peixoto. Os veículos serão usados como reserva na região.

Durante coletiva de imprensa na semana passada, o prefeito Odelmo Leão disse que o município irá comprar 15 ambulâncias, sendo duas UTIs, para atender os pacientes de Uberlândia. Segundo a Secretaria de Comunicação (Secom), ainda não há definição de data para a aquisição desses veículos e também não foi divulgado qual seria o investimento e de onde viria o recurso. A única informação que fez questão de frisar é que a aquisição das ambulâncias pelo município nada tem a ver com o SAMU, mas que os veículos serão usados pela Central de Ambulâncias para atendimentos da população da cidade.

O Notas&Prosas solicitou à Secom entrevista com o prefeito ou com o secretário de Saúde para detalhar sobre a compra destas ambulâncias e ainda sobre o convênio do Município com o Corpo de Bombeiros, no qual seriam cedidos dois médicos e dois enfermeiros para trabalharem juntos aos bombeiros nas ações de resgates de acidentados na cidade. A resposta dada pela Secom é que não havia agenda nos próximos dois dias (quinta e sexta da semana passada) para atender à nossa solicitação.

Por sua vez, os bombeiros anunciaram que terão dois militares trabalhando junto com os médicos e técnicos da Central do SAMU para atender os chamados de Uberlândia.

Investimentos

Para a implantação do SAMU 192 na região do Triângulo Norte, o Governo  de Minas investiu R$ 6 milhões para a aquisição de equipamentos, materiais de consumo, serviços de terceiros e veículos e R$ 3,8 milhões para a aquisição de 31 ambulâncias. O investimento inicial previsto para o custeio mensal do SAMU 192 será de R$ 1.620.310,52.  Após a habilitação e publicação de Portaria do Ministério da Saúde a contrapartida do Estado será de R$ 1.199.960,52 que corresponderá a 66,63% do custeio e a do Ministério da Saúde de R$ 420.350,00 que corresponde a 23,34% do recurso financeiro.

 

Números do SAMU192

  • 26 Municípios atendidos pelo SAMU: Araguari, Cascalho Rico, Indianópolis, Tupaciguara, Araporã, Monte Alegre de Minas, Prata, Nova Ponte, Patrocínio, Monte Carmelo, Coromandel, Abadia dos Dourados, Douradoquara, Grupiara, Estrela do Sul, Romaria, Iraí de Minas, Ituiutaba, Campina Verde, Santa Vitória, Gurinhatã, Ipiaçu, Capinópolis, Cachoeira Dourada, Canápolis e Centralina.
  • População atendida: 612.317 habitantes
  • Será 7º SAMU Regional implantado em Minas Gerais.
  • 1 Central de Regulação das Urgências.
  • 1 Ponto de Apoio à Central de Regulação.
  • 22 Bases Descentralizadas.
  • 26 Unidades de Suporte Básico (USBs).
  • 5 Unidades de Suporte Avançado (USAs).

Prestadores de Serviços da Rede de Urgência e Emergência:

  • 01 Hospital de Alta Complexidade (HC-UFU).
  • 19 Hospitais/Santa Casa (Média Complexidade).
  • 01 UPA 24 horas.
  • 17 Unidades de Saúde (Pronto Socorro, Centro de Saúde e Pronto Atendimento).
  • 12 unidades de Saúde Mental.
  • 134 Unidades Básicas de Saúde.

FOTO: Assessoria de Imprensa SRU

Read More

Ituiutaba Fest Folia será realizado no Parque de Exposições JK

A edição 2016 do Ituiutaba Fest Folia será realizado no Parque de Exposições JK, nos dias 13 e 14 de agosto. Oito atrações estão confirmadas para o evento e a montagem de toda a estrutura do maior carnaval fora de época do interior do Brasil começa 15 dias antes da festa. Serão gerados 400 empregos diretos e a expectativa é que haja uma movimentação na economia local em torno de R$ 5 milhões entre os setores de turismo, hotelaria e alimentação.

Axé, funk, pagode e música eletrônica são os hits que agitarão a edição desse ano do Ituiutaba Fest Folia. No primeiro dia o público vai conferir Tomate, os DJs Jesus Luz, Victor Gussoni e Rafael Carvalho e o grupo Sempre Bom. No domingo (14), véspera do feriado de Nossa Senhora da Abadia, o agito será por conta de Claudia Leitte, Nego do Borel, o DJ Guga Guizelini e o grupo Paqua. A programação conta ainda com os DJs Bruno Banana, Pedro Morais e Vitor Dias.

A estrutura do Ituiutaba Fest Folia será para receber 15 mil pessoas nos dois dias, em três espaços: Camarote Backstage, Extra VIP e VIP. Os ingressos estão à venda em 11 cidades e no site Bilheteria Digital, pelo endereço www.bilheteriadigital.com/ituiutaba-fest-folia-13-de-agosto.

Pontos de vendas

Cidade Local
Ituiutaba Grupo Décio
Brasília Fest Tour
Rio Verde Grupo Décio

Isac.com Barbearia

São Simão Seven Clube de Viagem
Quirinópolis Açaí
Capinópolis Drogaria Americana

Arco-Íris

Prata Lojas Arco-Íris
Uberaba aoi Sushi bar e restaurante
Uberlândia Grupo Décio

Pão de Batata no Center Shopping

Silva Sports no Pratic Center

Campina Verde Grupo Décio
Santa Vitória Grupo Décio

Áreas

Camarote Backstage: área decorada, com praça de alimentação, sala de massagem, cabeleireiro e bar universitário. O espaço contempla bebidas, como whisky, vodka, cerveja, refrigerante, suco e água. Proibida a entrada de menores de 18 anos.

Extra VIP: bem de frente ao palco com acesso a cerveja, refrigerante e água. Proibida a entrada de menores de 18 anos.

VIP: acesso a todas as idades e menores de 16 anos devem estar acompanhado dos pais. Não é open bar.

FOTO: Divulgação

Read More

Fujioka deve inaugurar sua segunda loja em Uberlândia ainda neste semestre

Inflação, recessão, desemprego e crise têm sido palavras constantes no vocabulário de muitos brasileiros. Na contramão do pessimismo, alguns empresários mantém seus investimentos e projetos de expansão. Uma dessas empresas é o Fujioka, que segue expandindo sua atuação no interior de Minas Gerais.

No início de maio, o Fujioka abriu sua primeira unidade em Uberaba e ainda neste semestre deve inaugurar a segunda loja em Uberlândia. O projeto de expansão prevê a chegada da empresa em outras cidades do interior mineiro ainda neste ano.

Segundo o diretor comercial do Fujioka, Carlos Alberto Yoshida – conhecido como Yuki, vem mais novidades por aí. “Estamos muito satisfeitos com a acolhida que recebemos na região dentro desta nossa decisão de ampliar a atuação para novos mercados. Acreditamos muito que existe mercado e espaço para empreender ainda mais com o Fujioka na região, ampliando nossa atuação no Triângulo Mineiro e também chegando ao Alto Paranaíba”, afirmou o diretor.

 

FOTO:  Divulgação/Assessoria de Comunicação

Read More